Entrada Ria Formosa Bivalves Introdução Bivalves

Introdução Bivalves

Introdução      

A Região Algarvia produz cerca de 90% dos bivalves consumidos do país, para uma produção anual de 7000 toneladas, ainda muito longe das possibilidades efectivas de exploração. Não restam dúvidas de que a ria formosa é um dos locais do país mais ricos em bivalves, nomeadamente amêijoas e berbigão. Os bivalves são seres exclusivamente bentónicos, isto é, vivem nos fundos, estando a maior variedade nos substratos constituídos por sedimentos ( areia, lodo, vasa). O seu habitat vai desde a zona verde de marés até águas mais ou menos profundas. A sua distribuição é mais densa na parte central dos viveiros, onde sofrem menos o efeito da maré vazia e constantemente da falta de água. A grande variedade de sedimentos e a existência de numerosos locais de abrigo a diferentes profundidades fazem da ria formosa um local privilegiado para as espécies que abordaremos nesta publicação.